18 Set 2019

Act In Time – Newsletter Nº3

Act In Time

Transnational ACTions for the access and INTegratIon of Migrants into Eu labor market

(Ações Transnacionais para o acesso e integração de Migrantes no Mercado de trabalho da UE)

Nº do contrato: HOME 2015 AMIF AG INTE 9075

 

Nos últimos dois meses, cada parceiro organizou três workshops com diferentes grupos-alvo. O objetivo destes workshops – cujos participantes eram desde migrantes, estudantes com antecedentes de migração, membros de organizações no campo da integração laboral ou sistemas de apoio aos migrantes, a empresas com funcionários com antecedentes migratórios – era ter uma melhor ideia das necessidades e dificuldades atuais no processo de integração de migrantes e refugiados no mercado de trabalho. Quais são os problemas enfrentados pelos migrantes/refugiados e quais são os desafios que as organizações e as empresas enfrentam nesse processo? O que é que falta e em que é que podemos ajudar?

 

Com base nestes workshops cada parceiro pôde estabelecer uma análise de necessidades, na qual não só foram mapeadas as necessidades dos operadores e como também foram processadas fraquezas no processo de integração dos migrantes. Esta análise ajudar-nos-á a entender como podemos oferecer suporte e o que podemos fazer para facilitar e melhorar esse procedimento – mais especificamente, como podemos apoiar migrantes e refugiados, mas também organizações e empresas a nortear a sua conduta nesse processo complexo.

 

Conhecendo as necessidades e dificuldades, podemos criar material de aprendizagem e mapas de informação para migrantes/refugiados, bem como para empresas e organizações que enfrentam estes desafios.

 

Para mais informações sobre o projeto Act In Time, não hesite em nos contactar.

 

Próxima reunião: UPPSALA – Suécia

A próxima reunião do projeto, onde  vai decorrer de 26 a 28 de Setembro em Uppsala, na Suécia.
Esta vai ser uma oportunidade para testar os kits que foram até agora produzidos.
Oportunamente partilharemos os resultados desta reunião.

Deixe uma resposta